A Basílica de São Sebastião Extramuros




Hoje vamos falar um pouco da Basílica de São Sebastião Extramuros. A Basílica de São Sebastião fazia parte basílicas pertencentes a Peregrinação das sete Igrejas, mas foi excluída no Jubileu de 2000. No seu lugar foi inserido o santuário da “Madonna del Divino Amore” ( Nossa Senhora do Divino Amor ).

Apesar disso, a Basílica de São Sebastião Extramuros ainda é um lugar de importância histórica, cultural e religiosa, que definitivamente vale a pena ser visitada.

By: Herb Neufeld

São Sebastião Extramuros também é conhecida como Basílica de São Sebastião das Catacumbas por causa das catacumbas de são Sebastião.

Antes do século III, seu nome era “Basilica Apostolorum”. Foi construída a mando do Imperador Constantino em homenagem aos apóstolos Pedro e Paulo, cujos restos mortais se encontram exatamente onde a Basílica foi erguida. Somente mais tarde foi dedicada ao soldado e mártir São Sebastião, que foi sepulto nas catacumbas da Basílica no século III.

A Básilica, ( obra arquitetônica ) vemos hoje, é apenas uma porção da Basílica original. De fato se trata apenas da nave central da estrutura anterior que foi obtida após uma intervenção de restauração e recuperação a mando do Cardeal Scipione Borghese.

Algumas curiosidades:

Os dois corredores laterais de 7,5 metros de largura foram sacrificados e em seu lugar hoje estão os museus que “abraçam” a Basílica.

A fachada é dividida por colunas iônicas em granito formam três grandes espaços; acima delas, pilastras continuam a tendência vertical da estrutura e emolduram três aberturas que facilitam a entrada da luz.

Já do lado de dentro, o ambiente é muito sugestivo. Os raios de luz nas paredes, no piso e sobretudo no teto de madeira completamente esculpido com os brasões do Papa Gregório XVI e do Cardeal Borghese (que ordenou a restauração), dão um toque de magia e mistério.

By: Herb Neufeld

A nave ou templo ( principal na estrutura antiga ) é única, e termina com um arco triunfal na direção do presbitério, onde se encontra o altar. O altar foi desenhado por Flaminio Pôncio, artista que também projetou a fachada da Basílica de São Sebastião.

No presbitério se encontra uma pintura de Innocenzo Tacconi representando a crucificação e os bustos de São Pedro e são Paulo, obra do escultor francês Nicolas Cordier. À esquerda da nave se encontra um pequeno altar com a urna contendo o que resta de São Sebastião e sua estátua, obra de Giuseppe Garay, enquanto à direita você pode visitar a capela das relíquias que contém uma flecha lançada durante o episódio Do martírio de São Sebastião.

Onde fica a Basílica de São Sebastião Extra Muros:

A básiloica fica na  via Appia Antica 136, no bairro Ardeatino em Roma.

Como chegar Basílica de São Sebastião Extramuros:
Com o transporte público, com o ônibus 118.
Taxi
 Horários:
A entrada na Basílica é gratuita;
Pode ser visitada todos os dias das 8h às 13h e das 14:00 até 18,30;
Também é possível assistir a missa sagrada, que durante a semana ocorre às 18h. No fim de semana elas acontecem as 8,30, 10 e 12.
 
Quando a Basílica de São Sebastião Extramuros:
Aconselho uma visita à Basílica durante uma função religiosa, ela ressalta a sacralidade e a importância arquitetônica, resultando em uma experiência ainda mais rica e apreciável.
Estão disponíveis visitas guiadas para as catacumbas .
Onde comer:
Depois de visitar a basílica e os lugares conectados a ela, é possível almoçcar ou jantar em um dos restaurantes nas proximodades, desfrutando todo o encanto da área arqueológica romana e suas riquesas culturais;
O Restaurante L’Archeologia  está localizado a poucos passos da Basílica de São Sebastião, na Via Appia Antica. Já a Hostaria Pizzeria Al Bivio está localizada no cruzamento da Via di San Sebastiano e da Via Ardeatina.
 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: