A Catedral de são Rufino em Assis

A catedral de são Rufino ou Duomo de San Rufino em Italiano, fica localizada no centro histórico da cidade Assis. Considerada por muitos historiadores a mãe das catedrais de Assis, é lá onde está os restos mortais de São Rufino (412 D.C) e do Emérito Bispo Ugone (Século XI).

Catedral de são Rufino – Um pouco de Sua História

Em 1029 a igreja foi construída, mas, somente a partir de 1036 é que foi-lhe concedido o status de catedral. Após algumas avarias do tempo, foi reconstruída em 1140, seguindo os incríveis desenhos do famoso arquiteto da época, Giovanni de Gubbio.

 Em 1253, o Papa Inocêncio IV realizou uma missa histórica e a consagrou definitivamente como Catedral, tornando-se assim a famosa Duomo de San Rufino. 

Catedral de são Rufino, uma Obra prima da Arquitetura

Considerada uma obra prima, a fachada foi toda construída seguindo o estilo românico, barroco e neoclássico. Ela é repartida horizontalmente em três partes e duas seções principais.

catedral de são Rufino
catedral de são Rufino

Em sua parte inferior, existem três grandes portais com figuras de leões e grifos nas laterais. O portal central foi esculpido com figuras alegóricas de animais e jóias, além de lindos motivos florais sobre as portas. Na luneta, um pedido especial de São Rufino, a imagem de Cristo entronizado foi esculpido em baixo-relevo.

No meio, foi decorada com 3 majestosas rosas, que são os símbolos que representam os quatro evangelistas. No final do século XIII, foi adicionado um telhado em forma de duas águas, que completou assim a  construção.

Na torre do sino é possível ver onde ficava a casa de Santa Clara, que morava há alguns metros dali.




Em 1571, o Duomo de San Rufino voltou a ser notícia em toda a região da Úmbria. O arquiteto Galeazzo Alessi, removeu os altares laterais e descobriu parte de uma cisterna romana, além de uma imponente muralha da época do poderio do Império de Roma. De modo que a catedral teve que ser dividida em uma nave central e dois corredores.

Em um dos corredores, mas precisamente o direito, está a pia batismal onde Santa Clara, São Francisco de Assis e o imperador Frederico II foram batizados.

 Há pouco mais de 300 metros, encontra-se a Igreja do Santíssimo Sacramento, famosa pelas pinturas de Giacomo Giorgetti em 1663, inspiradas na Eucaristia, e pela decoração em estilo barroco que sobrevive intacta aos séculos.

Na concha apsidal, estão os murais em gesso criados por Giovanni Antonio Grecolini, Giorgetti e os de Carlone. Sobre as portas e janelas estão os esplêndidos coros de madeira, esculpidos à mão um a um pelo famoso escultor Giovanni di Piergiacomo da San Severino, no ano de 1520.

 Outro famoso artista, Dono Doni, fez questão de na época criar a esquerda do altar principal, o Crucifixion, um majestoso crucifixo em madeira de lei e prata, que adorna até hoje o altar da catedral.

catedral de são Rufino
catedral de são Rufino

 Nos lados da entrada do Duomo de San Rufino, estão duas esculturas que representam a imagem de São Francisco de Assis e Santa Clara, ambas esculpidas por Giovanni Duprè e Amália Duprè, em 1882, e 1888.

Vindo desde a sacristia, você encontra o oratório, onde São Francisco retirava-se para pregar todas as tardes. Na suntuosa cripta, estão 3

murais que do século XI, dando uma ideia dos Símbolos usados pelos Evangelistas.

Abaixo do altar, está um sarcófago romano, datado do século III D.C, é nele onde estão as relíquias de São Rufino. Na parte lateral da catedral, encontra-se a Cripta di San Rufino e o Museu Diocesano com um acervo contendo muitos documentos e códigos desde os séculos IX e X.

Conhecer o Duomo de San Rufino é mergulhar na história e ajudar a preservar a tradição Cristã por muitos séculos.

By: Allan Parsons

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: