Basílica de são João dos Florentinos

Roma é conhecida pelos diversos pontos turísticos ali existentes e sua rica história. Ela também é muito procurada por quem faz o turismo religioso sendo que um dos destinos que não deve ficar de fora do roteiro é a Basílica de São João dos Florentinos, ou San Giovanni dei Fiorentini em italiano.

 Sua arquitetura barroca e a fachada principal chamam muito a atenção de quem a visita. Mas sobretudo a estonteante beleza do seu interior, já que ali encontram-se obras de arte e até restos mortais de personagens da alta sociedade romana.

 Esta basílica é dedicada a São João Batista que é o padroeiro da cidade italiana de Florença. A seguir você terá mais informações sobre esta igreja-museu para não perder nada durante sua visita.

são João dos florentinos

 

Um pouco da história da basílica de São João dos Florentinos

A basílica está localizada onde anteriormente encontrava-se a igreja de São Pantaleão. No ano de 1518 o florentino papa Leão X de Médici fez uma competição de arquitetura. Seu intuito era selecionar um projeto destinado a construção da nova igreja naquele local.

 Alguns arquitetos de renome daquela época apresentaram seus projetos como Antonio da Sangallo, Jacopo Sansovino, Baldassarre Peruzzi e Rafael Sanzio. O vencedor da competição foi Sansovino, mas o mesmo enfrentou algumas dificuldades. Foi então que o encarregado das obras se tornou Sangallo.

 Ele fez algumas alterações no projeto para que a planta adquirisse formato de cruz latina. Em 1523 somente algumas fundações da nave estavam prontas e em 1527 a obras paralisaram por causa do saque de Roma.

 Somente entre os anos de 1583 e 1602 é que boa parte das obras foram realizadas. O arquiteto responsável pelo comando foi Giacomo della Porta. Ele optou por ter como base o plano de Sangallo que era a cruz latina. Entretanto, a fachada principal tem como base o projeto de Alessandro Galilei e somente chegou ao fim em 1734.




 A Capela Sacchetti é decorada por obras que foram pintadas por Giovanni Lanfranco de 1623 e 1624. O altar-mor foi projetado por Pietro da Cortona que era um arquiteto e pintor romano do Barroco. Quem fez a encomenda foi Orazio Falconieri em 1634.

 Mas quem fez a obra foi o arquiteto barroco Francesco Borromini que teve de fazer uma alteração no projeto. O intuito é que o monumento funerário do Cardeal Lélio Falconieri fosse encaixado ali (o cardeal era irmão de Orazio).

 Após Borromini falecer em 1667 Cortona completou a obra e fez algumas modificações parciais. Passados dois anos ele também faleceu e que termina o trabalho é seu pupilo, Ciro Ferri.

O que ver na basílica de São João dos Florentinos

sao joao dos florentinos
são João dos florentinos

A fachada da Basílica de São João dos Florentinos é monumental e possui um interior sóbrio e ao mesmo tempo elegante. Sua nave central conta com colunas feitas em pedra serena retirada dos arredores da cidade de Florença.

 No coro é possível vislumbrar diversas esculturas barrocas. No altar-mor contém um relevo de Antonio Raggi que retrata o “Batismo de Cristo”. Já o grande altar conta com figuras da “Justiça”  e “Fortitude” em mármore de Cottanello e mármore vermelho francês.

 Nesta basílica encontram-se alguns túmulos como os da família Falconieri que se encontram em ambos os lados do grande altar. Eles são decorados com retratos feitos em mármore e os medalhões dos familiares são multicoloridos que são segurados por cupidos.

são João dos florentinos

 Durante a peregrinação nesta basílica é possível observar várias estátuas como a Fé e a Caridade. A “Capela do Crucifixo” está localizada a esquerda do coro e abriga um crucifixo de bronze belíssimo.

 Tanto as paredes quanto a abóbada estão lindamente decoradas por afrescos feitos por Giovanni Lanfranco. Há ainda os bustos comemorativos de Antonio Barberini e Pietro Francesco de Rossi que estão no braço esquerdo do transepto.

 Os pilares presentes na nave contém monumentos a Alessandro Gregorio Capponi e Francesca Riccardi Calderini Pecori. Sem falar no monumento a Girolamo Samminiati e no busto de Clemente XII Corsini.




 Obras de arte podem ser vistas no percurso que vai até a sacristia. Alguns exemplos são a estátua de São João Batista, bustos de Antonio Coppola, Antonio Cepparelo e Pier Cambi.

Horário e endereço da basílica de São João dos Florentinos

A basílica de São João dos Florentinos em Roma está localizada na Via Acciaioli, 2, 00186. Com relação ao seu horário de visitação ele ocorre de segunda até sexta das 7h às 12h das 17h às 19h. Aos sábados o horário para visitação começa às 7h e vai até às 12h e das 17h às 20h.

 Para quem preferir visitar este lugar em um dia de domingo pode fazê-lo das 8h até às 13h e das 17 até às 20h.

Em resumo

A Basílica de São João dos Florentinos sem dúvida faz parte do turismo religioso de Roma. Sua histórica é de fato muito rica e sua arquitetura é repleta de beleza. Seu interior é encantador e ainda conta com diversas obras artes.

 Ao propósito, queremos saber sua opinião sobre nossa página. Portanto deixe seu comentário e caso tenha gostado do conteúdo compartilhe-o nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: