Basílica di San Giovanni in Laterano

 A Basílica de San Giovanni in Laterano ( Basílica de são João de Latrão em português ) cujo nome oficial é “Arcibasilica Papale del Santissimo Salvatore e dei Santi Giovanni Battista ed Evangelista in Laterano“. É uma basílica papal, sendo assim desfruta dos privilégios papais e extraterritoriais reconhecidos pelo Estado italiano ao Vaticano.

A Basílica di San Giovanni in Laterano foi construída em 312 d.c. por Constantino em agradecimento a uma premonição. A premonição consistia em pintar o símbolo da cruz nos escudos dos soldados, para dessa forma ter a proteção do Redentor na vitória de Maxêncio durante batalha de Ponte Milvio. A Basílica di San Giovanni in Laterano, que então era chamada de Basílica Dourada, conhecida por sua importância e esplendor. De fato no “Liber Pontificalis” estão descritas inúmeras doações de papas, imperadores e outros grandes benfeitores.

Um pouco mais sobre Basílica di San Giovanni in Laterano

san giovanni in laterano
san Giovanni in Laterano

A estrutura original da Basílica di San Giovanni in Laterano consistia em cinco colunas que se alongavam em altura quase a formar uma pirâmide. Esse tipo de estrutura permitiu o projeto de janelas grandes e luminosas.

No fundo dos corredores existia uma nave ( um transepto primitivo ). Durante as comemorações, num assento-trono elevado se encontravam os bispos cercados pelos sacerdotes aos lados. Entre os corredores e o transepto ficava o arco do triunfo.

Entre 410 e 455 a igreja foi privada de todos os seus tesouros devido ao saque de Roma e ao saque dos Vândalos. Apesar disso, mais tarde foi restaurada e enriquecida por oratórios, tanto por Leone Magno e por seu sucessor, Ilário. Várias outras intervenções aconteceram em 774 ( para o batismo de Carlos Magno ).

Estátua na Basílica de San Giovanni in Laterano

No século x, a Basílica de San Giovanni in Laterano foi reconstruída respeitando, em princípio, à construída por Constantino, com a adição de uma torre de sino, desejada pelo Papa Sérgio; A torre do sino foi entretanto destruída por um relâmpago e reconstruído mais tarde pelo Papa Pascoal II. No final de 1200 são colocadas as primeiras intervenções de Giotto nos ciclos decorativos. Logo depois, Bonifácio VIII anunciou o primeiro grande Jubileu.

No século XVIII, Clemente III deu vida a novos projetos monumentais também ao grande presbitério. Até a quebra de Porta Pia, todos os papas foram coroados na Basílica de San Giovanni in Laterano, então este costume foi abandonado. Desde 1804, as cabeças de São Paulo e são Pedro se encontram conservadas dentro de esplêndidos relicários, acima do baldaquino do altar papal.





Em 1993 a entrada lateral da Basílica de San Giovanni in Laterano foi danificada por um bombardeiro, mas foi consertado rapidamente.

O Sínodo do cadaver

Posteriormente, a Basílica foi palco do evento mais triste e sombrio da história da Igreja Católica, o Sínodo do cadaver. O Papa Formoso foi acusado por Stefano VI, após a sua morte, de ter subido ao Pontifício graças ao partido Filo-alemão, instituiu-se então um julgamento pós morte contra ele. O cadáver do Papa Formoso foi exumado, vestido com a roupa papal e colocado sobre um trono do Conselho, e teria que se defender contra as acusações do Papa João VIII.

Para cada processo um veredito: culpado e, portanto, indigno do pontificado! O defunto foi então despojado das vestes papais, amputaram os dedos da mão direita que ele usava para a consagração e foi finalmente arrastado por toda Roma até ser jogado no Tibre. Pouco tempo depois, no mesmo ano, houve um terremoto que danificou a Igreja; Esse terremoto é tido por muitos como um castigo divino para Stefano VI.

Festas importantes na Basílica de San Giovanni in Laterano

Do ponto de vista religioso existem dois eventos importantes realizados na Basílica:

 A”Dedicação da Basílica de San Giovanni in Laterano” , festa que se realiza no dia 9 de novembro

A Procissão de Corpus Christi reintroduzida pelo Papa João Paulo II.

É possível visitar a Basílica de San Giovanni in Laterano todos os dias das 7.00 às 18.00. O Museu e o claustro têm horas de visitas diferentes. Respectivamente das 10.00 às 17.30 (o primeiro) e das 9.00 às 18.00 (o segundo). A Basílica e o Museu possuem entrada grátis, enquanto o claustro é livre com a card “Omnia Vatican & Rome”, caso contrário, a entrada tem um custo de 2 euros.

Como chegar a Basílica di San Giovanni in Laterano

Com o metrô, linha A direção de Anagnina e descer na estação San Giovanni. De ônibus, as linhas que passam pela Basílica de San Giovanni in Laterano são: 16, 81, 85, 87, 792 etc. O bonde a ser tomado é o N ° 3. Perto da Basílica se encontram inúmeros, cafés, tabernas e restaurantes, onde você pode saborear os pratos típicos locais.

Estátua na Basílica de San Giovanni in Laterano
Estátua na Basílica de San Giovanni in Laterano

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: