O Circo Máximo

Viajar a Roma é seguramente um dos maiores desejos daqueles que apreciam o turismo histórico e/ou religioso. Não por acaso, a cidade abriga alguns dos resquícios mais emblemáticos da evolução cultural da Itália. Ao propósito, não somente da Itália mas do mundo ocidental como um todo.

Dentro desse contexto, podemos dizer que o Circo Máximo ( Circo Massimo em italiano ) é um dos pontos que merecem atenção. Mas não se engane, ele pode ser mais útil no estímulo da sua imaginação que na contemplação histórica em si. Na sequência você entende o porquê. Confira!

O que é o Circo Máximo?

De modo simples e direto, podemos dizer que esse foi o maior Estádio da Roma antiga. Certamente não há nenhum sentido figurado nisso. Quando falamos estádio, estamos nos referindo mesmo a um espaço onde o público se reúne para assistir competições.

Nesse caso em particular, os “esportes” mais comuns, por assim dizer, eram as corridas de Bigas, que aconteciam periodicamente. Elas eram patrocinados sobretudo por pessoas ricas da sociedade quanto por figuras políticas da região.

Circo Máximo de Roma
Circo Máximo de Roma

Contudo, com o passar dos séculos, o local acabou sendo deixado de lado e muito se perdeu no caminho.

Isso leva à parte que mencionamos inicialmente sobre o exercício da imaginação. Você basicamente precisa imaginar o que havia e acontecia naqueles campos.

Na prática isso quer dizer que a visita ao local é um desperdício? De forma alguma, até porque nessa última década o local passou por um processo de recuperação.

Dessa forma, muito do que havia se perdido acabou sendo “redescoberto” em meio ao imenso campo que outrora abrigava um público de 300 mil pessoas.

 Hoje você pode encontrar por lá diversos elementos que facilitam a imaginação sobre como era o famoso Circo Massimo em Roma.

Um pouco da história do Circo Máximo

Localizado entre os montes Aventino e Palatino, o Circo Máximo possuía em seu auge surpreendentemente uma pista de areia de 600 metros de comprimento por 225 de largura. Graças a essas dimensões, era considerado o maior de Roma, sendo superior ao Flamínio e Maxêncio

Esse tipo de lugar era um tanto quanto lúdico e conforme já mencionado, servia como ambiente de jogos públicos, mas também podia receber outros espetáculos.

As celebrações

Dentre os eventos e celebrações que já foram sediados no Circo Máximo, o destaque ficava mesmo com as corridas. Em sua maioria o regulamento previa a tentativa de sete voltas no Circo com carros puxados por cavalos.

Ao propósito, os vencedores ganhavam prestígio e eram recompensados. Como muitos dos participantes eram escravos, uma dessas recompensas podia ser eventualmente a liberdade.

Por J.Blaeu – Atlas van Loon, Domínio público, Hiperligação

Durante o período conhecido como de jogos públicos, o público também podia se entreter com exibições equestres. Em uma modalidade chamada de “Ludus Troianus”, por exemplo, realizava-se uma simulação de batalhas.

Essa atração era protagonizada por jovens aristocratas de Roma, que também se faziam presentes na modalidade de corrida a pé, que podia durar horas. As competições, mesmo nesses casos, também previam recompensas com base nas apostas realizadas previamente.

Circo Máximo Endereço e visitação

O local que abrigava o emblemático Circo Máximo hoje é um ponto considerado turístico, muito em função da recuperação pela qual passou entre os anos de 2009 e 2016.

Para quem deseja visitar o lugar, ele fica localizado na Via de Circo Máximo, nas proximidades do Palatino (277 metros), conforme já sugerido. Para chegar à região basta tomar a linha B do metrô, Circo Massimo.

Nas proximidades do local o turista também pode se deparar com outros pontos que merecem destaque, tais como Boca da Verdade, Fórum Boário, Arco de Constantino e o próprio Santa Maria in Cosmedin, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: