Igreja de Santa Inês em Agonia

A Praça Navona é um dos lugares mais frequentados por turistas em Roma, principalmente por brasileiros que desejam dar um pulinho na embaixada brasileira em Roma que fica localizada bem em frente à essa famosa praça. Porém, na praça também há a Igreja de Santa Inês em Agonia ( Sant’Agnese in Agone em italiano ). Apesar de não é muito conhecida é um lugar surpreendentemente incrível.

De arquitetura barroca, a Igreja de Santa Inês em Agonia já chama atenção  pelos detalhes presentes em sua fachada. O seu interior é rico em detalhes. É um ótimo lugar para se conhecer em Roma, até porque pode ser facilmente encaixado durante uma peregrinação. Ela fica em uma região central e próxima  a importantes pontos turísticos.

Dedicada a Santa Inês, muitos nem sabem quem foi essa santa. Mas fique tranquilo que a seguir te explicaremos tudo com mais detalhes a respeito da história dessa santa e a sua igreja.

Um pouco da história de Santa Inês em Agonia

Facha da Igreja de santa Inês em agonia
Fachada da Igreja de santa Inês em agonia

Inês é um nome de origem grega que significa pureza. A Santa nasceu em Roma, no ano de 304. Inês era oriunda de uma família nobre romana e foi criada no evangelho desde muito nova onde também decidiu consagrar a sua vida e pureza para o seu Deus.

Inês era uma jovem extremamente bonita, de fato haviam muitos homens interessados em se tornar seu marido. Um deles era Fúlvio, o filho do prefeito de Roma daquela época. Quando Inês tinha 13 anos Fúlvio pediu formalmente aos pais de Inês para se casar com ela, porém a jovem recusou dizendo ter consagrado sua vida à Deus.

Santa Inês e a perseguição aos cristãos

Como Roma vivia em uma perseguição aos cristãos, o jovem Fúlvio acusou Inês de ser uma cristã e a partir disso ela começou a ser perseguida até a sua morte. Primeiro Inês foi presa, em seguida submetida a diversos tipos de castigos e só poderia contar com o auxílio de Deus, já que seus pais nada podiam fazer.





O prefeito fez de tudo para que ela renunciasse a sua fé, decidiu até expor a pequena Inês nua em um prostíbulo, porém a pequena pediu proteção para Deus. Com isso ela ficou cercada por uma luz celestial e todos que tentavam se aproximar dela sofriam algum mal. Um homem ficou cego e outro morreu.

By: Bradley Weber

Mas Inês era uma menina cristã cheia de amor e orou a Deus perdoando aqueles homens e pedindo misericórdia. Com isso o homem cego voltou a enxergar e o que estava morto voltou a viver.

Depois disso o prefeito mandou queimar a pequena, porém as chamas que foram jogadas nela voltaram para os soldados. Revoltado, o prefeito pediu para que ela fosse submetida à roda de tortura, todavia nada disso abalou a fé de Inês.

Após tentar de tudo e não obter sucesso, o prefeito passou o caso para o vice-prefeito, que era um homem bem mais cruel. O vice-prefeito mandou cortar a cabeça de Inês.

Em seu túmulo ela apareceu para seus pais rodeada de anjos e virgens, com um lírio e um cordeiro na mão para consolá-los. Com isso foi criada a Igreja de Santa Inês em Agonia.

O que ver e horário para se visitar na Igreja de Santa Inês em Agonia

By: Herb Neufeld

Durante a semana o horário é das 9h às 13h e das 15h às 19h. Já nos fins de semana é de 9h às 13h e das 15h às 20h. Lá você pode ver:

– O crânio de Santa Inês da Agonia que fica dentro de um belíssimo santuário;

– Podemos ver esculturas belíssimas e de grande porte;

– O teto tem uma cúpula belíssima.

Em resumo…

Quando for visitar a Praça Navona, reserve um tempinho para fazer uma visita à Igreja de Santa Inês em Agonia. Embora não seja muito famosa, é um lugar extremamente lindo, assim como todas as basílicas da cidade de Roma.

Para poupar tempo, é aconselhável tirar um dia inteiro para conhecer os principais pontos turísticos da Praça Navona e região colocando consequentemente essa bela igreja em sua programação por exemplo.

By: Max

Um comentário em “Igreja de Santa Inês em Agonia

  • 12 outubro 2018 em 11:52
    Permalink

    Obrigada por trazer mais um relato que me agregou conhecimento histórico e cristão.
    Parabéns

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: