Igreja de Santa Maria da Paz

A cidade de Roma é certamente um lugar mágico, repleto de encantos. Isto é, monumentos históricos e religiosos e de uma culinária impecável, que vale a pena ser apreciada. No entanto, se você está cogitando visitar o lugar, não pode deixar de passar pela Igreja de Santa Maria da Paz ( santa Maria della Pace ).

 Encomendada pelo Papa Sisto IV, a construção foi feita durante o A século XV. Embora a igreja tenha sido reformada em várias ocasiões, ela até hoje mantém sua arquitetura medieval e imponência, chamando a atenção dos turistas.

A igreja, na realidade, passou a chamar-se Santa Maria della Pace certamente para comemorar a paz de Bagnolo em 1484. Mas antes ainda tinha outro nome: “S. Maria della Virtù”. O Papa Sisto IV o escolheu em homenagem a uma imagem da Virgem que foi atingida por uma pedra. Provavelmente pedra foi lançada por um soldado bêbado, e começou a sangrar (segundo relatos históricos).

Igreja de Santa Maria da Paz em Roma
Igreja de Santa Maria da Paz em Roma

Igreja de Santa Maria da Paz: por que visitá-la?

Ao encarar a construção pelo lado de fora, muitos turistas ficam encantados com o que o monumento exibe. Principalmente pela fachada barroca bem construída e marcante, que já de cara vale a visita. O exterior da igreja é notável sobretudo pelos impressionantes mosaicos dourados em sua fachada. Digno de nota também a torre do sino, que data do século XII.

No entanto, para quem aprecia e conhece a arte renascentista não pode se contentar com o exterior da construção, já que dentro dela, a arquitetura é ainda mais valiosa. Uma vez lá dentro, o edifício é dividido em partes por uma série de colunas.

As decorações nas paredes internas são todas muito bem feitas e apreciáveis, porém, os afrescos de Rafael, chamados as Quatro Sibilas, conseguem se tornar a principal atração pela grandiosidade da arte apresentada.

Por LalupaObra do próprio, CC BY-SA 3.0, Hiperligação

Um elemento essencial, que está ligado à igreja, é o Chiostro del Bramante, uma das obras mais importantes do Renascimento, que atualmente tem uma ala destacada da Igreja, onde fica exposto.

Apesar dos belos desenhos e outros elementos decorativos que enchem a igreja, os olhos dos visitantes fixam-se particularmente no mosaico dourado localizado na abside.A Igreja de Santa Maria da Paz foi feita sobre as fundações de outro edifício, a igreja de Sant’Andrea de Aquarizariis, em 1482.




Localização

A Igreja de Santa Maria della Pace está localizada na Via dell’Arco della Pace, a poucos passos da Piazza Navona. O local é muito movimentado, lindo para visitar e conhecer mais um pouco da cidade  de Roma.

O prédio combina muito com a vida noturna que se desenvolve a poucos metros. Pois ao mesmo tempo em que você está imerso na multidão de pessoas que lotam os bares e restaurantes, você também pode encontrar um momento de tranquilidade na rua.

O mais engraçado e notório é que há silêncio em volta da igreja, mesmo que a poucos metros de distância você ouça conversas e risadas. Uma sensação de “paz” toma conta dos arredores da construção (o que vai chamar a sua atenção).

Concepção

Por LalupaObra do próprio, CC BY-SA 3.0, Hiperligação

Entre as obras mais importantes preservadas na Igreja estão: o órgão majestoso e púlpito em mármore policromado do século XVIII; a estátua de Nossa Senhora da Paz feita em pedra, datada do século XV; a Madonna com a Criança de madeira, construída no século XIV; e um crucifixo de madeira do século XVIII, feito em Roma.

 No exterior existe uma fachada em estilo renascentista que refletem as partes internas da construção. A torre do sino da Catedral de Santa Maria della Pace, com seus sete andares, foi gravemente danificada pelo terremoto de 1694 e parcialmente reconstruída.

 Por isso, quem visita o local hoje, pode não perceber que tenha sofrido alterações em sua estrutura. Porém, o mais importante é saber tirar proveito de todas as informações existentes e observar o esplendor da construção.

Por Peter1936FObra do próprio, CC BY-SA 3.0, Hiperligação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: