Igreja de santo Agostinho em Roma

A Igreja de Santo Agostinho está na lista de lugares religiosos para se visitar em Roma. Esta igreja possui características únicas, sendo a primeira igreja do período renascentista de Roma.

Diversos peregrinos e amantes de histórias culturais passam por esta basílica para ver as obras que ela abriga e entender mais sobre as peculiaridades arquitetônicas do período renascentista e até mesmo a sua evolução ao decorrer dos anos.

A igreja é próxima da Praça Navona e é dedicada ao Santo Agostinho, por isso ela recebe este nome.




Um pouco da sua história

Santo Agostinho foi um homem dedicado aos conceitos teológicos e filosóficos. Ele possuiu um papel religioso muito importante nos primeiros anos do cristianismo na sociedade.

Conhecido como Agostinho de Hipona por ter sido o bispo de Hipona, uma província de Roma na África, ele era considerado um dos homens religiosos mais importantes e influentes. Isso tudo fez com que as suas obras primas sejam estudadas até os dias atuais.

Igreja de Santo Agostinho

A Igreja de Santo Agostinho foi construída no ano de 1206 e reformada posteriormente pelo cardeal Guillaume d’Estouteville. O cardeal dizia que aquela igreja era pequena demais perante a sua importância e sobretudo não daria conta para atender a comunidade.

O que ver na Igreja de Santo Agostinho

Existem muitos detalhes para observar dentro e fora da igreja Igreja de Santo Agostinho. Podemos começar pela fachada da basílica, onde há certa simplicidade que gera um contraste maravilhoso com todo o seu interior. Veja abaixo o que você pode ver na igreja:

– “Madonna di Loreto” de Caravaggio

Está é uma das obras mais famosas de Caravaggio, onde Maria está com uma criança nua em seus braços, descalça e ainda está rodeada de camponeses em uma peregrinação. A obra é muito realista e impressiona a todos que olham para ela.

Nossa Senhora e o Menino de Caravaggio
– Altar-Mor

Em toda igreja que vamos temos que com certeza ver e observar os detalhes do altar principal, isso é um fato. O altar principal da igreja foi construído em 1627, por Bernini, um dos mais requisitados artistas italianos.

Nele é possível observar um ícone da Virgem Maria que foi trazido de Constantinopla.

– Teto

O teto da igreja também é algo que podemos ver e inclusive ficarmos maravilhados. O teto foi executado por Giovan Battista Ricci da Novara, retratando o nascimento e batismo de Santo Agostinho.

– Profeta Isaías

Um dos mais importantes afrescos do artista Rafael, essa obra pode ser vista exposta em uma das colunas do corredor central, que inclusive possui outras obras.

– Capela de Santa Mônica

A Capela de Santa Mônica fica localizada ao lado do altar central da igreja. Nela encontram-se os restos mortais de Santa Mônica, mãe de Santo Agostinho.

– Capela de Santo Agostinho

Lógico que se você foi até a igreja dedicada ao Santo Agostinho, você deve dar uma passadinha em sua capela também. Lá você poderá ver um famoso quadro “S. Agostino tra S. Giovanni Battista e S. Paolo primo eremita”.

– Madonna col Bambino e sant’Anna

Se você for dar uma olhadinha na obra de arte ‘’Profeta Isaías’’, de Rafael, com certeza verá a escultura Madonna col Bambino e sant’Anna, pois ela fica bem abaixo do afresco de Rafael.

Quando visitar

Você pode visitar essa igreja quando quiser, já que ela fica aberta todos os dias, das 7h30 às 12h e das 16h às 19h30.

O endereço é, Piazza di Sant’Agostino, 80 Roma

Em resumo…

A igreja de Santo Agostinho é um lugar que realmente vale a pena visitar, afinal, a sua proximidade com outras igrejas e algumas praças bem interessantes enriquecem o passeio. Tudo isso faz com que uma visita à igreja se encaixe perfeitamente na sua programação.

Igreja de Santo Agostinho em Roma

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: