O Caminho de Santo Antônio

Conhecido destino turístico religioso, a Itália é seguramente um lugar onde a fé e a história se fundem perfeitamente. O que ilustra bem isso são as inúmeras peregrinações famosas que acontecem no País. Como por exemplo, certamente podemos citar O Caminho de Santo Antônio.

Se você está pensando em aproveitar a visita à Itália para exercitar sua fé em uma peregrinação como essa. Portanto, é hora de conferir todos os detalhes sobre o assunto. Veja!

Conheça o Caminho de Santo Antônio

Embora não seja tão conhecido quanto outros pontos de peregrinações tradicionais na Itália, o Caminho de Santo Antônio vem ganhando popularidade nos últimos anos.

O motivo é que, assim como o Caminho de Santiago e outros tantos famosos, esse trajeto também traz consigo um grande significado.

O principal deles, por exemplo, é que diz respeito à rota feita por Santo Antônio de Pádua antes da morte. Essa, aliás, é a razão pela qual muitos franciscanos se tornaram adeptos da peregrinação no local.

Ao todo, o caminho tem a extensão de cerca de 25 quilômetros, tendo início em Camposampiero e indo Pádua, mais precisamente na Basílica de Santo Antônio de Pádua.

O Caminho de Santo Antônio
O Caminho de Santo Antônio

As ocasiões em que é possível peregrinar o Caminho de Santo Antônio podem ser diversas. Contudo um período do ano em particular chama a atenção. Ele é basicamente o final de maio e/ou início de junho. O motivo é a comemoração do chamado “Junho Antoniano”.

Como o próprio nome sugere, trata-se de um mês inteiramente dedicado ao Santo de Pádua. Por essa razão, os últimos dias de maio comportam peregrinações com nomes que remetem à Misericórdia e à própria figura do Santo.

Como é o Caminho de Santo Antônio

Essas peregrinações normalmente são realizadas por centenas de pessoas, muitos das quais provenientes da própria Itália. Somam-se aos nativos, porém, peregrinos vindos de regiões como França, Croácia, Eslovênia e até mesmo o Brasil.




O trajeto é feito a partir do Santuário de Santo Antônio até o túmulo do mesmo. Em 2016 houve uma grande amostra desse tipo de fé com o Caminho de Santo Antônio.

Nessa ocasião o percurso foi feito a partir das 23 horas do Sábado, dia 28 de maio. Os peregrinos chegaram pela manhã na Basílica em Pádua, onde a partir das 09 horas do domingo, dia 29, celebraram a Eucaristia.

Detalhe do moinho em Pádua
Detalhe do moinho em Pádua

A peregrinação, a exemplo de outras edições, é organizado por um sacerdote franciscano conhecido de muitos fiéis. Trata-se do Padre Aberto Tortelli, que considera o ato como uma atitude de oração e conversão diante das pegadas de Santo Antônio.

Em relação ao horário da peregrinação, a crença é a de que simboliza uma jornada interior saindo das trevas à luz e outras simbologias relacionadas a essas duas forças.

O Caminho de Santo Antônio por Santo Antônio

Todo o trajeto da peregrinação, tem em mente a recordação da última peregrinação do próprio Santo Antônio. Até onde se sabe, essa jornada se deu em 1231, mais precisamente em 13 de junho. Eremita de Camposampiero, ele partiu já pressentindo sua passagem da vida.

citadela
citadela

Na ocasião, solicitou que frades o levassem ao convento de Pádua construído em dedicação à Virgem. Ainda no caminho, debilitado e fatigado, tombou em pleno carro da época, que por sua vez era puxado por bois.

Corajosamente, concluiu assim sua última peregrinação na companhia dos frades e de outros fiéis e entusiastas que se uniram à sua jornada em uma procissão triste, porém repleta de fé.

Agora que você já sabe todos os detalhes fundamentais sobre as peregrinações na Itália no Caminho de Santo Antônio, pode programar sua próxima viagem de fé para esse incrível destino. Certamente será uma experiência memorável.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: