Pontos turísticos no Vaticano

O Vaticano é um dos destinos de peregrinação preferidos dos fiéis católicos. A explicação para isso é simples, afinal, é lá que o Papa pode ser visto além de ter diversos lugares importantes para a religião que podem ser visitados.

 Quem faz o turismo religioso nesse estado não pode deixar de conhecer a Praça de São Pedro e os Museus do Vaticano. Sair de lá sem receber a benção papal também não é uma opção para os turistas. São tantos lugares importantes para os católicos que se encontram no Vaticano que para conhecer todos é preciso organizar bem a viagem.

 A seguir, conheça um pouco dos principais pontos turísticos que não podem ficar de fora do seu roteiro.

Visão Panorâmica do vaticano

O que conhecer no Vaticano?

Quem visita o Vaticano deseja participar de uma das missas celebradas pelo papa, sentir a paz e espiritualidade do lugar. Para poder curtir ao máximo a viagem algumas dicas se fazem necessárias sendo que uma das principais é sobre seus pontos turísticos.

Praça de São Pedro no Vaticano

Esta praça é simplesmente majestosa e perfeita para receber todos os fiéis, visitantes e peregrinos. Para chegar até ela é preciso passar pela Via da Conciliazione. A visão que se tem logo na chegada é espetacular e ao mesmo tempo acolhedora da cúpula, palácios episcopais e da obra de Miguel Ângelo.

 Este é um lugar utilizado para grandes eventos como o Ângelus, recepções papais e bendições, por exemplo. No centro da praça o turista pode admirar um belo obelisco com 25 metros de altura e inscrições de hieróglifos.

Basílica de São Pedro no Vaticano

A Basílica de São Pedro
A Basílica de São Pedro

Quem vai ao Vaticano precisa conhecer de perto a maior igreja do mundo. Sua arquitetura é impressionante e muito rica já que simplesmente foi projetada pelos melhores artistas da Itália. Ela foi construída em uma localização simbólica: o lugar que o Apóstolo São Pedro foi martirizado e enterrado.

 Seu interior é repleto de coisas para serem vistas já que ele é dividido em três naves que são separadas por pilares grandes. Há ainda quatro grandes elementos que são o Presbitério, Girola, Altar Papal e Cúpula. Uma opção é subir até sua cúpula ou então aceder ao interior para visitar alguns pontos interessantes ali existentes.




Museus  Vaticanos

As antiguidades e coleções de arte mais importantes do mundo estão abrigados nesses museus. Um ótimo exemplo é a Capela Sistina que é uma verdadeira obra-prima da humanidade que todos devem contemplar.

 Os museus do Vaticano são chamados no plural por causa de diversas ampliações e incorporações que foram feitas pelos Papas nos últimos 5 séculos. Graças a isso houve uma unificação de coleções artísticas que datam do antigo Egito até meados do século XX.

Castelo de Santo Ângelo

Castel sant’Angelo

Localizado nas portas do Vaticano, este castelo é perfeito para quem busca conhecer um lugar repleto de história. Ele já teve diversas funções ao longo dos séculos como cárcere, residência renascentista e fortaleza defensiva. Mas atualmente ele é um museu além de ser a sede de eventos culturais.

A Capela Sistina

A Criação de Adão, pintura na Capela Sistina
A Criação de Adão, pintura na Capela Sistina

Ao fazer uma viagem ao Vaticano com certeza a Capela Sistina não pode ficar de fora do roteiro. Ela encontra-se no complexo dos Museus do Vaticano e por esse motivo para poder visitá-la é preciso adquirir entradas.

 Com elas o turista fará praticamente todo o roteiro pelos museus já que não é possível visitá-la sem passar por eles. Além do mais, não existe um acesso para esta capela partindo da Basílica de São Pedro.

 Apesar dela não ser muito grande vale a pena admirar as imagens do Livro do Gênesis e os retratos das feiticeiras, profetas e cenas que contam a história de Israel. São mais de 300 figuras em duas dimensões que aproveitam a arquitetura da sala.

Jardins do Vaticano

Jardins vaticanos
Jardins vaticanos

Este é o lugar perfeito para quem busca por um espaço verde dentro do Vaticano e se aprofundar no contato com a história do lugar. Esse espaço natural possui uma beleza impressionante e ocupa boa parte da Colina do Vaticano. Sua paisagem é composta por esculturas, bosques, extensões florais, além de monumentos medievais.

 Para visitar esses jardins é preciso ter um guia oficial. São duas horas de visitação e o turista por visitar pontos como a Casina Pio IV, Giardino Quadrato, Grotta di Lourdes e Fontana dell’Aquilone, por exemplo. A visita chega ao fim nos Museus do Vaticano.




Em suma ….

O Vaticano é o lugar que fiéis e peregrinos de todo o mundo vão para conhecer um pouco mais da história e sentir a espiritualidade do lugar. Nele existem diversos pontos turísticos que merecem ser visitados como a Capela Sistina, os Museus do Vaticano e a Basílica de São Pedro, por exemplo.

 As informações aqui contidas lhe ajudaram em algo? Comente, deixe sua opinião sobre nosso conteúdo e caso tenha gostado compartilhe-o nas redes sociais.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: