Roma, o que fazer em 3 dias

Apesar de muito grande, com mil atrações e uma vida noturna muito frenética, havendo a disposição alguns dias é possível conhecer  muita coisa em Roma. A um seguir algumas dicas do que fazer em 3 dias.

O Coliseu
Se você está visitando Roma pela primeira vez, a primeira coisa a ser visitada é o Coliseu ( também é chamado de anfiteatro Flávio ). Monumento símbolo de Roma e cartão postal da Itália no mundo.
Construído pelo imperador Vespasiano entre 70 e AD 80, era palco de combate entre gladiadores e feras.
 
Os Foruns Imperiais e o Altar da Pátria

 




Não deixe de visitar os Fóruns Imperiais. Os ” Fori Imperiali” ( em italiano ), constituíam o centro da vida pública e privada da Roma antiga.Também merece uma visita ao “Altar da Pátria” . O monumento que surge  sobre o que resta de um antigo bairro medieval. Foi inaugurado pelo rei Vittorio Emanuele III para homenagear o Rissurgimento e também a Exposição universal em homenagem primeiros 50 anos de unificação da Itália.

O “Altar da Pátria” foi realizado por Angelo Zamboni, e consiste em uma estátua da deusa Roma, além de ser inspirado pelas bucólicas de Virgílio. 
A boca da verdade ( La bocca della verità )

Também não pode faltar. A sua construção remonta ao primeiro século, é mais famosa pela aurea de mistério que gira em torno a se, que pelo real valor histórico que lhe foi atribuído.

É famosa pela crença, de que este monumento tem a capacidade de identificar as mentiras de esposas e maridos. A pessoa envolvida teve que colocar a mão dentro da boca e, se ele ou ela tivesse dito uma mentira, haveria perdido a mão  para sempre.

 O Panteão

É com certeza um dos lugares mais afascinantes de Roma, realmente digno de ser visitado. Seu nome significa literalmente templo de todos os deuses. Foi construído entre 27 e 25 a.c. a mando de Marcus Vipsanio Agrippa.

Foi completamente destruído depois de um incêndio e mais tarde restaurado pelo imperador de Adriano. A estrutura consiste em dezesseis colunas de granito de 14 metros de altura, enquanto o chão é coberto com mármore policromo. Dentro estão enterrados personalidades importantes, como a realeza italiana e o artista Rafael.

Campo de Fiori

Se você está em Roma, não deixe de  visitar a praça Campo de Fiori, famosa pela morte de Giordano Bruno. Dentro da praça durante o dia occorre um dos  mercados ( feiras ) mais interessantes e famosos da cidade, enquanto a noite se transforma em um local de encontro para os jovens.

 Praça São Pedro e a Basílica de São Pedro.

Quatro ordens de colunas, criadas por Bernini nos anos 600, molduram a praça mais famosa de Roma, Piazza San Pietro. Caminhando entre a fila de colunas é o obrigatória uma parada no centro ( “Centro del colonnato” em italiano ) onde é possível ver uma peculiaridade das  colunas, sim, elas parecem convergir em uma única linha.

A Basílica de São Pedro, além de ser o símbolo do catolicismo no mundo, é também a maior igreja do mundo. Desejada pelo imperador Constantino, as obras começaram no pontíficado do Papa Júlio II. Trabalharam na sua construção Michelangelo, Rafael e Bramante.

Onde comer em Roma

Quanto  ao restaurantes em Roma, bem pertinho do Panteão fica o Alfredo Alla scrofa: Um restaurante de pequena dimensão muito barato, onde saborear muitos pratos como  as “fettuccine all’Alfredo”, o nhoque cozido em frigideira com camarão, “tagliolini allo scoglio” , robalos com cogumelos e muitos outras boas receitas.Trattoria al Moro também merece ser visitada, ela é especializada  pratos típicos da culinária romana.

 No restaurante Da Gino, por outro lado, com 30 euros por exemplo é possível  provar abobrinha recheada, doces caseiros e a massa “tonnarelli alla ciociara”.
Para terminar o ótimo restaurante La Pergola, no entanto, é um restaurante mais elitista: o custo médio por pessoa é de 150 € por uma refeição, mas as três estrelas Michelin justificam o preço, e todos falam  realmente  muito bem. 
Como mover-se em Roma.

O metrô romano tem apenas duas linhas: a linha vermelha, também conhecida como linha A, E a azul como a linha B. As corridas começam às 5.30 da manhã e são prolongadas até 23.30 ( com um intervalo médio de cerca de sete minutos ). Quanto aos onibuss, no entanto, estes estão presentes todas as horas do dia e da noite e seu preço é de apenas 1.50 euros. Os  serviços de táxi funcionam bem.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: