Seguro obrigatório para viagem na Europa

Fazer viagens na Europa é naturalmente um sonho cada vez mais comum principalmente entre turistas brasileiros e americanos em geral. Todavia, que muitos não sabem, é que existe um seguro obrigatório para visitar diversas regiões europeias.

Se você não sabe exatamente do que se trata ou como providenciar esse tipo de documento, portanto, veio ao lugar certo. Na sequência apresentamos todos os detalhes sobre o assunto para que você possa evitar problemas em sua próxima viagem ao velho continente.

O tratado de Schengen

Seguro de viagem obrigatório para viagem na Europa

Para melhor compreensão sobre o seguro de viagem obrigatório, precisamos recorrer inicialmente ao tratado de Schengen. Mas o que é ele exatamente? A resposta é simples.

Basicamente, trata-se de um acordo realizado entre diversos países europeus, onde é prevista a livre circulação de pessoas. Isso implica dizer que, ao passar a fronteira desses países, um viajante não precisa carimbar sempre seu passaporte.

A regra também é válida para turistas sul-americanos, como brasileiros, que têm direito a ficar por até 90 dias em regiões que fazem parte do tratado. É aí, no entanto, que entra a necessidade do seguro obrigatório.




No acordo estabelecido pelos membros do Schengen, prevê-se aos turistas a obrigatoriedade da contratação de um seguro viagem Europa. A cobertura mínima deste seguro deve ser de 30 mil euros em assistência médica.

Isso naturalmente não significa que esse é o custo da emissão deste seguro, trata-se apenas da margem de cobertura mínima exigida.

Sobre o seguro obrigatório

seguro viagem 1

Diferente do que muitos pensam, esse seguro de fato é requisitado a quem vai à Europa a turismo.

Embora nem sempre seja exigido na imigração, é fato que a sua ausência quando solicitado pode causar uma série de problemas ao turista, incluindo o iminente retorno ao seu país.

O documento exigido em si, se destina basicamente à cobertura de despesas relacionadas à saúde e eventualmente outros detalhes.

Adicionalmente, o turista também pode optar por seguros com proteções extras, inclusive para proteção contra extravio de bagagens, por exemplo. É importante destacar, porém, que embora muito importante, esse adicional não é obrigatório.



Para quais viagens na Europa ele é necessário?

Entendida a importância do seguro de viagens na Europa, é importante observar que os países participantes do Tratado de Schengen são maioria no velho continente. São eles:

  • Alemanha;
  • Áustria;
  • Bélgica;
  • Dinamarca;
  • Eslováquia;
  • Eslovênia;
  • Espanha;
  • Estônia;
  • Finlândia;
  • França;
  • Grécia;
  • Holanda;
  • Hungria;
  • Islândia;
  • Itália;
  • Letônia;
  • Lituânia;
  • Luxemburgo;
  • Malta;
  • Noruega;
  • Polônia;
  • Portugal;
  • República Tcheca;
  • Suécia; e
  • Suíça.

Além destes, o documento em breve pode ser requerido também em países como Bulgária, Chipre, Liechtenstein e Romênia, onde o acordo pode ser efetivado em breve.

O preço do seguro de viagem para a Europa

Conforme sugerimos anteriormente, o preço para emitir um seguro de viagem obrigatório é mais acessível do que muitos pensam.

Para um período de 15 dias, por exemplo, é possível encontrar hoje no mercado opções que custam em torno de R$ 160, isso incluindo até €1.000 para cobrir possível extravio de bagagem.

Para quem viaja muito

Além da opção acima, também existe uma possibilidade interessante para quem viaja várias vezes à Europa durante o ano. Trata-se do plano anual de seguro para viagens.

Em um dos exemplos, a cobertura para um ano inteiro, válido inclusive na América Latina e Ásia – além da Europa, claro – custa algo em torno de R$ 680.

Contratação do seguro de viagem internacional

Para solicitar o seguro de viagem obrigatório o turista hoje tem diferentes opções. Uma delas é solicitar diretamente no banco onde já tem conta ou então em uma seguradora parceira. Mas uma ideia certamente interessante é recorrer a um comparador de preços de seguros online.

Esse tipo de ferramenta inegavelmente ajuda encontrar as melhores cotações em diferentes seguradoras, inclusive permitindo comparar os benefícios oferecidos em cada plano.

Para quem opta por fazer o procedimento todo online com cartão de crédito, a apólice do seguro é disponibilizada em poucos minutos no e-mail do contratante. Basta imprimir para obter os benefícios.

Para pagamentos com boleto pode levar alguns dias até que o pagamento seja compensado.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: