A Básilica de são Pedro em Correntes

No centro de Roma, bem pertinho do Coliseu, no bairro Monte fica a Basílica de são Pedro em Correntes.

A Basílica de são Pedro em Correntes, em italiano recebe o nome de Basilica di san Pietro in Vincoli ou Basilica Eudossiana. Ela possui esse nome devido as correntes usadas para aprisionar são Pedro que se encontram custodiadas na basílica.

Apesar de sua aparência simples, que a distingue de quase todas igrejas romanas, a basílica são Pedro em correntes, possui uma das mais importantes obras de arte do renascimento italiano, a escultura do grande gênio Michelangelo, o Moisés.

Diz-se que Michelangelo, em um momentos de alucinação causado pela grandiosidade e realismo da obra, golpeou com um martelo o joelho de Moisés e indagou: “Por que não falas?”, na esperança que a estátua ganhasse vida. 

Um pouco sobre a história da basílica de são Pedro em Correntes

By: Allie_Caulfield

São Pedro em Correntes foi construída em torno ao ano 442 sobre uma antiga domus romana a pedido da imperatriz romana Licínia Eudóxia, filha do imperador Teodósio II e esposa do imperador Valentiniano III.

Uma antiga lenda diz que durante uma viagem à Palestina, a mãe da imperatriz Eudóxia, Elia Eudocia, recebeu como dádiva de um patriarca de Jerusalém a corrente usada para prender são Pedro em Israel. Mais tarde a corrente foi trazida à Roma por Eudóxia a pedido da mãe.

Como mandava a tradição, na coroação do o papa Leão I, Eudóxia, como presente doou para o novo papa a corrente vinda de Jerusalém. Leão I, aproximou a corrente a uma outra já em seu possesso, que também tinha servido para aprisionar são Pedro, só desta vez em Roma, e elas se fundiram em uma única corrente. Logo após o “milagre das correntes”, decidiu-se que era necessário construir um templo para abrigar essa relíquia tão importante.





A Basílica de são Pedro em Correntes, de fato passou por vários restauros ao longo dos séculos. Entre eles valem lembrar a modifica da parte interna em meados de 700, a fachada e o pórtico em 1500.

Na parte frontal da basílica surge um pórtico com 5 arcos que são sustentados pilastras octogonais com o brasão do papa Júlio II. No entanto, dentro é dividida em 3 corredores separadas por 20 colunas dóricas de mármore grego.

A basílica como a conhecemos hoje, é entretanto o resultado de uma restauração desejada pelo papa Júlio II. Ao propósito, tem como a sua principal característica a construção do seu mausoléu.

O Moisés de Michelangelo na basílica de são Pedro em Correntes.

moses de michelangelo

Considerada inegavelmente por muitos historiados como uma das obras de arte mais importantes do renascimento. A colossal estátua de Moisés do escultor Michelangelo é uma das principais atrações da Basílica de são Pedro em Correntes. Alta quase 2 metros e 40, esculpida com mármore de carrara, foi encomendada especialmente pelo papa Júlio II para decorar seu monumento fúnebre ao interno da basílica.  A estátua representa Moisés sentado com as tábuas da lei embaixo do braço e com uma mão tocando a barba.

As obras do monumento fúnebre só foram concluídas em 1500, nesta altura o papa Júlio II já estava morto e havia sido enterrado na basílica de são Pedro no Vaticano.

Como chegar à basílica de são Pedro em Correntes

  • endereço : Piazza di san Pietro in Vincoli, 4a
  • transporte: Metrô linha B 8 ( parada Cavour ), ônibus linhas número 75 e 117
  • caminhando, partindo da via dei Fori Imperiali ( Coliseu )

Horários da basílica de são Pedro em Correntes

  • de abril à setembro: das 8 as 12 e das 15 as 19
  • de outubro a março: das 8 as 12.30 e das 15 as 18
  • no dia primeiro de agosto de todos os anos as correntes são expostas aos fiéis.

Apesar dos horários, nos meses de verão é aconselhável visitar a basílica pelas manhãs, evitando assim as aglomerações de turistas.

Onde comer

A Basílica se encontra próxima ao Coliseu, isto é, uma central com inúmeros restaurantes nas redondezas. Certamente a escolha de um bom lugar para jantar, um aperitivo ou café da manhã não será um grande problema. Entre alguns deles recomendamos :

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: