A Igreja São Gregório

A Igreja São Gregório, ao propósito também é conhecida por San Gregorio al Celio ou apenas San Gregorio em italiano. Ela possui uma visão privilegiada por estar no Monte Célio e ao mesmo tempo bem em frente ao Palatino. Dona de uma história riquíssima, atualmente pode ser visitada por turistas de todo o mundo por possuir uma beleza fantástica.

 Seu interior é rico em detalhes com uma decoração que inclui estuques de Francesco Ferrari e piso cosmatesco. Há ainda três capelas que datam do século XVII e que encantam a todos os visitantes. Com tudo isso vale muito a pena fazer o turismo religioso por este lugar e se maravilhar com sua beleza e história.

Um pouco da história da Igreja São Gregório

By: Simone Ramella

Antes de se tornar igreja era uma simples capela que estava anexada a villa romana suburbana do então papa. O papa Gregório I. foi quem fez a conversão da vila em mosteiro entre os anos 575 e 580 d.C.. A comunidade se dedicava a Santo André e esta dedicação foi mantida segundo consta nos documentos da Alta Idade Média.

 Após o ano 1000 é que essa dedicação foi modificada para São Gregório com o intuito de homenagear o papa fundador. A igreja e seu pequeno mosteiro foram abandonados, mas em 1573 os camaldulenses passaram a tomar de conta deles.

 A partir de então o edifício passou por uma reconstrução patrocinado pelo cardeal Scipione Borghese e o projeto de Giovanni Battista Soriagem. Isso ocorreu entre 1629 e 1633. Entretanto, com a morte do cardeal as obras foram suspensas e somente foram reiniciadas em 1642 com Francesco Ferrari provendo a decoração interior.

O que ver na Igreja São Gregório

Por Anthony M. from Rome, Italy – throne of st gregory, CC BY 2.0, Hiperligação

Uma das primeiras coisas que podemos admirar ao conhecer essa igreja é a larga escadaria que fica bem em frente. Ela sobe pela Via di San Gregório que é a rua que faz a separação entre o Palatino e o Monte Célio. Esta é uma ótima oportunidade para vislumbrar a fachada que é uma obra de Giovanni Battista Soria.

 Ela lembra tanto no estilo quanto no material a de San Luigi dei Francesi. Entretanto, essa lembrança tem mais a ver com a entrada que dá para um pátio interno que propriamente com sua fachada.

 Nesta igreja há uma cátedra feita em mármore que é associada a Gregório, o Grande, e que se encontra na stanza di S. Gregorio. Sua arquitetura segue o padrão das antigas basílicas possuindo uma nave com dois corredores laterais e por fim uma fileira com dezesseis colunas com pilastras.




 Algumas colunas antigas foram utilizadas para sustentar o pórtico localizado a esquerda da nave e que vai até o antigo cemitério beneditino. Também foram utilizadas algumas colunas para que sustentasse a pérgula da capela central que fica de frente para o cemitério e que é dedicado a Santo André.

 Outro ponto que pode ser observado por quem visita esta basílica é sobretudo sua decoração. Seu altar principal possui a Madonna com os Santos Gregório e André. Já no segundo altar que se encontra a esquerda está a Madonna e os Santos. Ao fim da nave encontra-se o altar de São Gregório Magno com três relevos belíssimos do fim do século XV.

As Capelas da Igreja São Gregório

 A Capela Salviati também é muito interessante e inclui um afresco que segundo a tradição falou com São Gregório. Nela também há um altar feito em mármore de grande beleza.

 No lado esquerdo da igreja é impossível não perceber as três capelas que foram patrocinadas por Cesare Baronio, cardeal. Elas foram construídas no começo do século XVII em comemoração ao mosteiro original de Gregorio.

 Na Capela de Santo André estão abrigados os afrescos Santo André trazido ao templo, Flagelação de Santo André e São Pedro e São Paulo. Ela também contém uma Virgem com Santos André e Gregório além de Santa Sílvia e São Gregório.




 Ao entrar na Capela de Santa Sílvia e se dirigir a direita o turista vê o observador que é dedicado a santa e que provavelmente encontra-se sobre sua tumba. Nesta capela ainda encontram-se os afrescos do Concerto dos Anjos e David e Isaías.

 Na Capela de Santa Bárbara vale a pena principalmente observar os afrescos de Antônio Viviani que representam a reconstrução do triclínio. A mesa que era utilizada por Gregório para oferecer um banquete aos pobres de Roma encontra-se lá. Ela é feita em mármore e seus suportes possuem o formato de leões alados com chifres de bodes na cabeças.

capela santa Barbara
By LalupaOwn work, CC BY-SA 3.0, Link

Horário e endereço da Igreja São Gregório

A Igreja São Gregório fica próxima ao Coliseu. De fato, ela está localizada na Padri Camaldolesi, Piazza di San Gregorio al Celio, 1, 00184 na capital italiana, Roma. Para visitá-lo é preciso estar atento ao dia da semana, pois ela somente é aberta alguns dias.

No entanto, o Mosteiro de São Gregório “O Grande”, abre às 8h e fecha às 12h reabrindo às 16h e fechando às 18h.

Em suma

A Igreja São Gregório encontra-se no Monte Célio e possui uma rica história além de uma decoração surpreendente. Sem dúvida suas capelas, afrescos e escadaria são apenas algumas de suas belezas.

 Gostou do nosso conteúdo? Sua opinião é de grande importância para nós. Por isso deixe seu comentário e caso tenha gostado da página compartilhe-a nas redes sociais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: