O Palácio Ducal de Veneza

Se tem um lugar que surpreende a cada esquina, com certeza é Veneza; lindas igrejas, catedrais e basílicas fabulosas, canais e museus que fazem viajar no tempo. O Palácio Ducal de Veneza é certamente um dos símbolos da cidade além de um magnífico exemplo dos salões venezianos que remetem a um passado de muita glória e poder.

O Palácio Ducal de Veneza é um monumento de excepcional beleza com séculos de histórias incríveis. Inegavelmente reconhecido obras de artes esplendorosas e marcantes. Sem dúvidas é um lugar para viver grandes emoções. Venha com a gente e aproveite para conhecer uma das mais belas atrações da Praça de São Marcos.

A História do Palácio Ducal em Veneza

Também conhecido como Palazzo Doge, é um símbolo da cidade de Veneza, é uma obra prima do gótico veneziano, construído entre o século X e XI sobre a base de um núcleo central fortificado.

Palácio Ducal de Veneza
Palácio Ducal de Veneza

No século XII houve a primeira restauração com o Doge Sebastião Ziani, transformando a fortaleza em um belo palácio. Em 1200 foi feita uma ampliação, mas somente entre 1339 e 1342, no reinado de Bartolomeo Gradenigo, o edifício começou assumir a forma atual.

Em 1424 o Doge Francesco Foscari ampliou novamente o edifício até chegar na lateral da Basílica de São Marcos, localizado na Praça de São Marcos.

No século XVI houve vários incêndios devastadores, que levaram a muitas reformas como a Escadaria dos Gigantes e a criação do seu tesouro principal, a Crucificação de Tintoretto, uma pintura em substituição ao mural danificado pelo fogo.

Ao longo dos séculos o Palácio Ducal, também serviu como fortaleza e prisão, em 1923 se transformou no museu mais importante de Veneza.

Melhor Época do Ano para Visitar o Palácio Ducal

Palácio Ducal de Veneza
Palácio Ducal de Veneza

O Palácio Ducal, assim como toda Veneza, é um lugar para ser visitado o ano inteiro, porém existem meses com temperaturas amenas e com menos visitantes, facilitando assim os acessos aos pontos turístico já que não terão longas filas.

Sendo assim, os meses entre março e início de junho e entre setembro a novembro são as melhores época do ano.

O Que Conhecer Durante uma Visita ao Palácio

A fachada do palácio, inegavelmente por si só,  pode ser considerada uma obra prima do estilo gótico.

No seu interno podemos encontrar tanto mármore de Verona e os incríveis  arcos em pedra. Nos ângulos ao invés, esculturas magníficas, na entrada principal tem uma porta gótica do século XV, a Escadaria dos Gigantes, assim como as salas onde os doges residiam, as salas de votações, a sala de armas, os pátios, a prisão e a famosa Ponte do Suspiro.

A decoração das salas impressionam com os quadros que abrigam, obras de artistas como Veronese, Tiziano e Tintoretto que mostram a história de Veneza, Sala do Maggior que abriga a obra O Paraíso, o maior quadro do mundo do artista Tintoretto.

Você também pode conhecer a sala de armas com armaduras e todo tipo de armas, das mais clássicas até as mais complexas armas de fogo. Além disso, você pode visitar a prisão onde estão os calabouços e os poços úmidos.

Por lá há também a famosa Ponte do Suspiro, construída no século XVII, que dá acesso aos calabouços do palácio. O nome da ponte deu-se por ser o caminho que os condenados à morte seguiam até o calabouço, onde eles viam pela última vez à Lagoa Veneziana.

By: Allie_Caulfield

Inclua no seu roteiro

Viajar é tudo de bom! Conhecer pessoas, lugares incríveis e viver fortes emoções não tem preço. Em suma, agora que você conheceu um pouco do Palácio Ducal em Veneza, que tal planejar sua próxima viagem incluindo no roteiro esse belíssimo museu?!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: