O Teto da Capela Sistina

Para aqueles que amam a arte e a pintura, o teto da Capela Sistina é primordialmente muito rico em detalhes. Por isso, vamos ilustrar o trabalho realizado por Michelangelo que encanta a toda a humanidade até os dias de hoje.

Como Michelangelo pintou o teto da Capela Sistina?

Quando Michelangelo pintou o teto da Capela Sistina certamente ele quis retratar o livro de Gênesis. Por isso, em todas as pinturas vemos molduras com cenas e figuras adicionais.

Existem cerca de 300 desenhos preliminares no teto, que posteriormente passaram por uma transformação e ampliação.

Michelangelo era um artista muito religioso, por isso, ele faz reverência a Antiguidade Clássica. Por conseqüência da pintura do teto, este artista passou a ser fonte de inspiração para os artistas da Alta Renascença.

Os três painéis que estão no teto da Capela Sistina narram a história de Adão e Eva.

Michelangelo exibe por meio da pintura, temas como a tentação e a representação do homem.

No teto, vemos como o Arcanjo Miguel expulsou o casal do paraíso, e como eles foram parar em uma terra totalmente árida e sem vida. Quando observamos a imagem sobre a criação de Adão, percebemos a presença total de Deus entre os homens, toda sua grandeza e majestade é visível aos nossos olhos graças aquelas pinturas.

Capela Sistina, teto
Capela Sistina, teto

Para compreendermos o teto de uma maneira mais resumida, o mesmo se divide em três partes, veja a seguir quais são:

  • O pecado original e a expulsão do paraíso;
  • A criação de Adão;
  • Por último a criação de Eva.

Para entender melhor o teto da Capela Sistina, é bom visitar a capela com uma bíblia à mão, assim poderá consultar o livro do Gênesis, desta forma irá compreender melhor a riqueza de detalhes que contém essa magnífica pintura.




Michelangelo teve ajuda para pintar o teto Capela Sistina?

De acordo com o que dizem os principais sites de história da arte, Michelangelo teve 4 anos para pintar o teto e não teve nenhum tipo de ajuda para concluir, o mesmo fez tudo sozinho.

O pintor que também era escultor por formação, aceitou fazer o teto e ainda utilizou como base as esculturas gregas e romanas.

Material utilizado para fazer o teto e inspiração

Capela Sistina
Capela Sistina

Michelangelo fez uso de afresco, pois trata-se de uma técnica antiga que costuma ter maior tempo de duração. O material utilizado pelo mesmo foi argamassa queimada e areia umedecida.

 Para construir a Capela em 1477, a Igreja Católica se inspirou na arquitetura do Templo de Salomão.

Curiosidades sobre a Capela Sistina

Como sabemos, a Capela Sistina foi criada há 500 anos, e foi pintada por Michelangelo, Rafael, Bernini, Botticelli. No entanto, existem algumas curiosidades que devem ser mostradas, veja algumas logo a seguir

●    O nome Sistina

A Capela recebe este nome devido ao fato de que, o Papa Sisto IV foi quem autorizou a sua construção. Atualmente, a Capela pertence ao Palácio Apostólico, que é onde está hospedado o Papa.

●    Criação de Adão, a obra-prima mais famosa

A criação de Adão no Teto da Capela Sistina
A criação de Adão no Teto da Capela Sistina

No centro do teto da Capela podemos ver a pintura que representa a criação de Adão, essa pintura especificamente, é a mais famosa do mundo.

●    A pintura do juízo

A pintura que faz representação do juízo final, demorou 7 anos para poder ser finalizada.

A Capela Sistina é uma atração religiosa que atrai a atenção do mundo todo, pessoas de diversas religiões e raças já visitaram a Capela.

Quem foi Michelangelo?

Michelangelo viveu entre 14775-1564, trabalhou como pintor, escultor, e arquiteto. O mesmo nasceu em Caprese, na Província de Arezzo. Fez parte do Renascimento Italiano, que contribuiu para a construção de obras como “Pietá”, “O Juízo Final”, “Moisés”, “Davi”.

Quando tinha apenas 13 anos foi estudar pintura com os irmãos Domenico e Davi Ghirlandaio, que posteriormente, convidaram Michelangelo para estudar na Academia Jardim dos Medici.

Nos anos de 1492 e 1494 Michelangelo consegue entregar dois grandes quadros, que são a Batalha dos Centauros e a Arca de São Domingos. Já a estátua de San Giovannino foi construída pelo mesmo em 1495 na cidade de Florença.

Como também sabia trabalhar com esculturas, o artista contribuiu para a construção de estátuas na Basílica de São Pedro  no Vaticano, e também na Catedral de SIena.

Por toda sua vida, Michelangelo se dedicou a arte e a arquitetura, tanto que foi nomeado “supremo arquiteto, escultor e pintor dos palácios apostólicos”, pelo Papa Paulo III.

Conheça de perto o teto da Capela Sistina

A Capela Sistina
A Capela Sistina

No site do Roma Peregrina fornecemos melhores detalhes sobre como conhecer a Itália, incluindo o teto da Capela Sistina. 

 A Capela Sistina é rica em história, arquitetura e arte, se você estuda as três áreas vale a pena fazer uma visita a esta Capela. Muitos religiosos e turistas visitam a região.

 Michelangelo é uma figura muito conhecida em toda a Europa, em vários lugares vemos esculturas criadas por ele.

 Conhecer Roma não é tão complicado, nós vamos mostrar que é possível quando se tem planejamento e organização. Não deixe de acompanhar nosso site para mais informações.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: